Pesquisar neste blogue

07 abril 2008

Desabafos!!!..

Dá que pensar, uma vida que eu dispenso!...
Tenho a vida virada do avesso.
Às vezes com o que ouvimos, vemos, nos dizem ou sentimos, começamos a pensar no que nos acontece na vida.
Preciso de desabafar com alguém!!!...
Sinto-me no mais fundo possível e imaginário que alguém pode atingir.
Eu pensava que o dia do meu 19º aniversário iria ser um dos meus melhores aniversários, devido a ser “o dia dos finalistas”, e foi… Mas o dia seguinte foi uma autêntica tragédia, uma mer…
Começo a pensar como é possível alguém ter tanto azar, ou tanta sorte, depende do ponto de vista; tanto azar em termos de acidentes, todos já por si próprios são impossíveis de esquecer mas as datas também não ajudam em nada. Já são uns quantos, mas o de domingo (09-03-08) foi um dos mais marcantes sendo “uma prenda” que ninguém quer e eu não desejo a ninguém.
Só de imaginar que posso nunca mais voltar a mexer o dedo como mexia, dá-me vontade de ter desaparecido no ocidente.
Agora quando passo no lugar do acidente sinto arrepios e as imagens vêm-me à memória, gostava de consegui-las apagar…, quando chego a casa e olho para o sítio onde o carro estava estacionado, sinto um vazio dentro de mim, passo pelo carro, onde ele está agora e sinto saudades dos momentos que passei nele, sozinho, com amigos…., momentos bem passados, “nem quase tive tempo de tomar o gosto”…. As últimas horas passadas naquele carro foram de diversão com os amigos, tenho saudades… e só espero voltar a poder conduzir um carro…
Só queria ter uma vida normal como alguns adolescentes da minha idade, sinto inveja dos que nunca tiveram um único acidente na vida.
Tenho pena de não ter morrido em nenhum dos acidentes que já tive ate hoje.
Aos poucos estou a afastar os meus amigos e as pessoas a minha volta. Sou um peso na vida das pessoas que me rodeiam e que gostam de mim.
Não vale a pena uma pessoa fazer planos adiantados, pois sai tudo ao contrário.
Só quero desaparecer duma vez por todas, ir para um sítio e começar uma nova vida, e que ninguém se preocupe comigo, porque eu não mereço a atenção de ninguém. Estou farto desta vida, tenho poucas coisas que me prendem aqui, mas estas poucas coisas são suficientes para me manter neste lugar, são mais que importantes para mim, nunca imaginei que existissem motivos pelos quais me fariam mudar a minha forma de pensar…Sinto-me nostálgico.

3 comentários:

Gino disse...

To ligado esse idéia ai, ja passei por isso, resolvi simplesmente seguinte minha felicidade e tudo começou a dar certo, tipo mágica.

André Logan disse...

Coitada da minha mãe... eu dasabafo com ela todo santo dia... e é sempre reclamação... mas tenho feito como o carinha do comentário acima... seguir em frente.

nizoneto disse...

Recomeçar é dificil mas não impossivel. Imagino o que você deve ter passado com essas experiências desses acidentes. Mas a vida continua , procure ver isso como experiências que vão te trazer algum aprendizado , se não , pra que vive-las ?? Mas que frase é essa ? "Tenho pena de não ter morrido em nenhum dos acidentes que já tive ate hoje." Meu Deus , não pense assim. Dê uma passada no meu blog e dê umas risadas.
www.bloglog.com.br/nizoneto