Pesquisar neste blogue

15 abril 2007

Podes contar sempre comigo

Não tenho muito mas o pouco que tenho é teu
Se mais ninguém te ouvir tu sabes que quem te ouve sou eu
Quando estiveres triste com falta de um amigo
Fecha os olhos, não temas, porque eu vou estar aqui contigo
Eu sei que pensas muitas vezes que queres fugir
Eu sei que gritas e não tens ninguém para te acudir
Vida madrasta nada corre como a gente quer
Tens que enfrentar o destino para o que der e vier
Ao meu alcance faço tudo o que puder por ti
Peço desculpa pelos erros, sei que os cometi
Não vou julgar-te porque também eu posso ser réu
Não vou julgar-te porque quem te julga está no céu
Quero que saibas que podes contar com o meu amparo
Amizade pura é um sentimento cada vez mais raro
Conto contigo para fazeres o que faço por ti
E quando nada correr bem e estou aqui
Tantas coisas que fizemos tu e eu
Custa a crer mas a verdade é que o tempo correu
Nem sempre é fácil, às vezes frases magoam
Sem deixar magoas porque amigos são os que perdoam
É quando se vê que é amigo de quem, no mal e no bem
Rodeado de gente sem nunca ter ninguém
Alguém para falar, sempre pronto a escutar
A mão que se estende, a mão que te ajuda a levantar
Quem me corrige quando eu não sei o que é certo
Quem me dá água quando me perco nalgum deserto
Sempre por perto, sempre pronto para chorar ou rir
Quem te conhece e sabe quando tu estás a mentir
Não sou perfeito mas sabes que sou sincero
Nunca te esqueças de mim, é tudo o que eu quero
E nunca ninguém nos vai separar
Conto contigo, comigo podes sempre contar
...
Excerto de uma musica dos Boss AC

1 comentário:

Fantasma disse...

óh pintainho, tens que referir o autor! Ou o texto é teu?